Rádio ANJ - Ouça: Pop Alemão

Blog

01/08/2016

Futebol de todos os jeitos, em qualquer lugar: o meu Brasil

Meu nome é Michael, tenho 44 anos e sou de uma cidadezinha pequena localizada no sul da Alemanha. A cidade chama-se Dinkelsbühl. Você provavelmente jamais irá para lá, mas já deve ter ouvido falar ou até mesmo visitado a cidade grande mais próxima, Munique. Trabalho como engenheiro de software e já participei como voluntário de três Olímpiadas. Chego no Rio de Janeiro para esta que será a minha terceira vez no Brasil, para ser voluntário do Rio2016.

Há diversos motivos, na minha opinião, para gostar, e muito, do Brasil. Devido às minhas muitas andanças pelo país conheço diferentes aspectos do Brasil, diferentes facetas: já estive no Rio de Janeiro, em São Paulo, em Foz do Iguaçu, já visitei as praias nordestinas como Trindade, Praia da Pipa e Jericoacoara e colônias alemãs no sul do país. Ah, também já estive no Pantanal! Os constrastes entre as regiões não poderiam ser maiores. Realmente, são muitos Brasis dentro de um só. Há tanto para ver, para vivenciar, para conhecer, para experimentar!

Adoro o bairro de Ipanema, no Rio ©Arquivo pessoal

Outro motivo que me faz gostar demais do Brasil é a música: há sempre música no Brasil, independente de onde você se encontra. A música é uma espécie de compensação para os contrastes: tudo o que diferencia os muitos ‘Brasis’ é „reunido“ em forma de música.

A última vez que estive no Brasil foi há dois anos, durante a Copa do Mundo. Eu assisti a semi-final em Belo Horizonte e acho ainda hoje uma das experiências mais impressionantes que já vivenciei. A reação do público brasileiro presente no estádio me surpreendeu e emocionou: as torcidas se cumprimentavam, trocavam acenos de mão e sorrisos e muitos chegaram a me oferecer para trocar as camisas das seleções ao fim da partida. Nos dia seguintes, a maioria dos brasileiros que me encontrava era gentil e aberto, fazendo piadas sobre a partida e sem bronca nenhuma.

Essa paixão desmensurada pelo futebol me faz suspirar pelo Brasil. Maior do que qualquer possível rivalidade, o que conta é a paixão pelo esporte. Também me chama a atenção uma outra dimensão desta paixão. Não estou me referindo somente a vibrar pela Seleção Canarinho, mas sim o futebol praticado nas ruas, nas praias, nos campos de várzea, em qualquer lugar e com qualquer tipo de bola. Adoro observar amigos que se reúnem ao fim do dia para jogar uma pelada, não para competir mas para se divertir.

A alegria de estar no Brasil, o país conhecido como o País do Futebol, durante os Jogos Olimpícos, isso é simplesmente algo incrível. Eu carrego tão boas recordações com esse país…eu só posso estar muito alegre em estar aqui. Es wird eine tolle Zeit!*

*Será uma estadia muito legal!